preventivo ok

13 mil petropolitanas realizaram o exame representando alta de 50% com relação a 2016

O número de óbitos por conta de câncer de colo de útero em Petrópolis teve redução de 40% e o dado positivo está diretamente ligado ás campanhas de conscientização e a maior oferta de exames preventivos na rede pública municipal.  Este ano quatro mulheres morreram em decorrência da doença sendo que no mesmo período do ano passado foram sete. As ações preventivas de conscientização e a intensificação nas coletas de preventivos contribuíram para essa redução. Atualmente há 13.406 mulheres com o exame em dia, 50% a mais com relação ao ano de 2016, mas a Secretaria de Saúde trabalha para aumentar ainda mais esses índices. Por conta disso, neste sábado dia (11.11) ocorre o dia D de Coleta de Preventivo em 32 Unidades de Saúde do Município, de 8h30 às 16h.

 

O câncer do colo do útero é a terceira causa de morte de mulheres no Brasil.Há pelo menos 22 mil usuárias do Sistema Único de Saúde, de açodo com o último levantamento realizado pelo município e a prefeitura buscará ampliar o acesso às ações preventivas de doenças e de promoção da saúde da mulher.

 

“Nós montamos uma programação em 32 unidades de saúde para que as mulheres, que ainda não realizaram o exame de preventivo, possa fazer a coleta com tranquilidade na unidade mais próxima de sua residência neste sábado”, anuncia o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

 

O Dia ‘D’ de coleta de preventivo ocorrerá em 6 Unidades Básicas de Saúde, 24 Postos de Saúde da Família, além do Centro de Saúde, Hospital Alcides Carneiro e Ambulatório Escola de 8h30 às 16h com intervalo de 1h de almoço.

 

“Algumas unidades já realizaram o Dia D e há postos que agendaram no dia 18 e 23 de novembro. Nossa equipe de Estratégia de Saúde da Família criou as ações do dia com sugestões da comunidade, então além da coleta do preventivo, teremos algumas unidades com palestras, distribuição de folhetos e orientações”, convida Fabíola Heck, superintendente de Atenção à Saúde.

 

Exame de preventivo deve ser realizado anualmente pelas mulheres

 

O exame preventivo (ou Papanicolau) é o principal exame para diagnosticar irregularidades no colo uterino. Ele é utilizado como a principal estratégia para se obter o diagnóstico precoce de lesões cancerígenas no colo do útero, antes mesmo que o quadro evolua o suficiente para externar sintomas notáveis.

 

“Quando as chamadas lesões precursoras – que antecedem o aparecimento efetivo da doença – são detectadas, as chances de cura do quadro são de 100%. Esta é a principal razão pela qual a regularidade do exame preventivo é tão importante. Ele é capaz de poupar mulheres de passar por todo o desgaste físico e emocional da luta contra o câncer, proporcionando maiores chances de um tratamento de sucesso”, avalia o ginecologista Marcos Garcia.

 

O preventivo deve ser realizado anualmente pelas mulheres assim que elas iniciarem a vida sexual. Além da detecção do câncer de colo de útero ainda na fase pré-clínica (sem sintomas), o exame auxilia no diagnóstico de outras doenças.

 

“Podemos avaliar as alterações no colo do útero ocasionadas pelo HPV, lesões internas, infecções e inflamações vaginais, doenças sexualmente transmissíveis que não manifestam sintomas externos, por conta disso, é de extrema importância que as mulheres estejam em dia com os seus exames preventivo anualmente”, afirma Cátia Alves, enfermeira chefe do Centro de Saúde.

 

Caso o resultado do exame assinale qualquer irregularidade, o preventivo deve passar a ser feito de seis em seis meses, para acompanhamento mais rígido do quadro. Esse foi o caso da aposentada Maria da Penha de 62 anos que sempre realiza o exame anualmente, mas que agora passará pela avaliação semestral.

 

“Muitas mulheres ainda relutam por adotar o exame preventivo como procedimento de rotina, seja por vergonha ou por medo. É necessário lembrar do benefício que ele significa para a saúde, e que através dele é possível minimizar as chances de problemas no futuro”, disse a aposentada.

 

Lista dos postos de saúde:

*Atendimento de 8h30 às 16h – Com intervalo de 1 hora de almoço

Instituto da Mulher (antigo Centro de Saúde)
Rua Santos Dumont, S/Nº

PSF Alto da Serra
Rua Teresa, 2024 (Praça Miguel Couto)

PSF São Sebastião
Rua São Sebastião nº 625

UBS Alto Independência
Rua Angelo João Brand s/n

UBS Quitandinha
Rua General Rondon nº 400

UBS Retiro
Av. Barão do Rio Branco s/n

Ambulatório Escola
Rua Bernardo Proença nº 32

UBS Itamarati
Rua HívioNaliato nº 169

Hospital Alcides Carneiro
Rua Vigário Corrêa, 1.345

UBS Morin

Rua Pedro Ivo, n.º 81 – Morin

PSF Posse
Estrada União de Indústria nº 33.530

PSF Caxambu
Estr. José de Almeida Amado, S/N.º

PSF Vale das Videiras
Estrada Almirante Paulo Martins Meira nº 8.201

PSF Brejal

​Estrada do Brejal Km 06 Posse

 

PSF Alto Siméria

Rua Manuel Francisco de Paula s/n

PSF Amazonas

Rua Alagoas s/n

PSF Vila Saúde

Rua Santa Catarina nº 23, quadra 41.

PSF Sargento Boening Estr. do Paraíso

(Condomínio Jardim Passaroto) lote 68 – Castelânea

PSF Vila Felipe

R. Ermínio Schimidt , S/N.º

PSF 24 de maio

Rua 24 de Maio, 197.

PSF Bairro Castrioto

Rua Santa Rita de Cássia, nº 114.

PSF Batallard

Rua E nº 35 – Parque Residencial Mosela.

PSF Meio da Serra I

USF Dr. William Jorge da Silva Seabra.

UBS Mosela

Rua Mosela nº 744

PSF Castelo São Manoel

Rua Capitão João Amancio de Souza Coutinho nº 436

PSF Jardim Salvador

Rua Juiz Castro e Silva, nº 33.

PSF Carangola

Estrada do Carangola nº 860

PSF Vale do Carangola

Rua Waldemar Vieira Afonso nº 07

PSF Comunidade 1º de Maio

Rua Nourival Braga da Silva s/n

PSF Vila Rica

Rua A ao lado da quadra 28

PSF Lajinha

Estrada das Arcas nº 1.817

UBS Araras

Estrada Bernardo Coutinho nº 3.435

 

 

 

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura Municipal de Petrópolis