IFUnidade educacional que poderia ter as atividades encerradas, a Escola Augusto Meschick, na 24 de Maio, uma das mais antigas da rede pública estadual na cidade, fundada em 1969, vai ser transformada em colégio e passará a atender a alunos em turmas do Ensino Médio e Ensino de Jovens e Adultos (EJA). A mudança foi anunciada nesta quinta-feira (10.04) pelo deputado estadual Bernardo Rossi à direção e alunos da escola. As turmas de EJA abrem inscrições em julho, com aulas iniciando em agosto e o Ensino Médio começa a funcionar em 2015.
“Levamos à Secretaria de Estado de Educação essa reivindicação da comunidade mostrando que há real demanda pelo Ensino Médio e pelo EJA. A transformação da unidade em colégio já foi oficializada em Diário Oficial na semana passada e a adaptação já está tendo início”, anuncia Bernardo Rossi.
Hoje, a escola tem 91 alunos matriculados no Ensino Fundamental, etapa da educação que vem sendo transferida para o sistema municipal. Com o encerramento dessas turmas, a escola poderia ser fechada. Instalado no Ensino Médio, as turmas de Ensino Fundamental continuarão ativas para esses alunos até o encerramento de seus cursos. “Importante frisar que os pais desses alunos também podem ficar tranqüilos que eles terminarão seus estudos normalmente na escola e poderão continuar o Ensino Médio no próprio colégio”, completa Bernardo Rossi.
Duas turmas do EJA com previsão de atrair 60 alunos começam a funcionar à tarde e à noite no Augusto Meschick já em agosto. No segundo semestre o colégio abre matrícula para o Ensino Médio. O colégio tem capacidade para abrigar até 530 alunos em suas salas de aulas.
“A escola é considerada um patrimônio da 24 de Maio e a comunidade tem muito orgulho da unidade que é bem conservada. Vamos atender uma demanda do próprio local e de entorno também”, afirma a diretora Jueta de Souza, à frente da unidade há 13 anos.