tn_523-famílias-petropolitanas

 

Programa federal que destina verbas para obras em moradias vai injetar R$ 3 milhões na economia de Petrópolis

O Ministério das Cidades vai beneficiar 523 famílias de Petrópolis com o Cartão Reforma. O programa federal vai destinar de R$ 2 mil a R$ 9 mil a cada família para pequenas reformas em casa.  O investimento, que faz parte da política habitacional, é de R$ 3 milhões. Técnicos da Secretaria de Obras e Habitação participaram de uma capacitação feita pelo Ministério das Cidades nesta quarta (17.05) e quinta-feira (18.05), em Brasília (DF). O titular da pasta, Ronaldo Medeiros, também está na capital federal para acompanhar os primeiros passos do projeto.

 

O trabalho de capacitação serve para que eles aprendam os processos do Sistema de Operação e Gerenciamento do Programa Cartão Reforma (SisReforma), ferramenta que cadastra as famílias interessadas, os projetos das obras e acompanhamo andamento delas. O governo municipal vai investir na divulgação do benefício nas comunidades carentes e determinar como vai ajudar as famílias na apresentação dos projetos, requisito para que elas tenham acesso aos recursos.

 

“Essa é mais uma conquista do nosso prefeito Bernardo Rossi junto ao Ministério das Cidades. É mais uma forma de girar a economia do município, injetando dinheiro em uma área tão importante do nosso país, que é a construção civil, melhorando a condição de vida de vários petropolitanos”, disse o secretário de Obras e Habitação, Ronaldo Medeiros.

 

A escolha dos municípios que participam do programa esse ano leva em consideração o Índice de Melhoria Habitacional (IMH), que leva em consideração, por exemplo, a falta de banheiro exclusivo em uma moradia. De acordo com o Censo de 2010 do IBGE, 264 residências possuem essa deficiência em Petrópolis. O Cartão Reforma vai dar um crédito para famílias de baixa renda (até três salários mínimos) para que isso possa ser suprido. Com esse recurso, a família compra o material – como contrapartida, ela se responsabiliza pela mão de obra.

 

Também é possível acessar o programa proprietários de casas que reúnem mais de três moradores por dormitório; de imóveis que tem cobertura inadequada, não possuem esgotamento sanitário e aqueles que não terminaram a construção das unidades habitacionais. Ainda podem ser feitas reformas hidráulicas e elétricas, bem como melhorias de acessibilidade. É obrigatório ser proprietário de um único imóvel, residir nele e ter renda compatível com o perfil do projeto.

 

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura Municipal de Petrópolis