Magistrado teria ignorado parlamentar no eroporto Internacional de Brasília, no último 30 de março

A assessoria do juiz federal Sergio Moro confirmou que o magistrado telefonou ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) após encontro com ele no Aeroporto Internacional de Brasília, no último 30 de março.

De acordo com assessoria, Moro não teve a intenção de ofender o parlamentar com o gesto, mas não queria que o fato fosse explorado politicamente.

“De fato, contatei o sr. deputado a fim de esclarecer, em vi­sta da repercussão do episódio no aeropo­rto, que não era min­ha intenção ofendê-lo ou que o ocorrido fosse explorado poli­ticamente. Somente isso”, revelou Moro, segundo a assessoria de imprensa da Justiça Federal do Paraná.

Na ocasião, Bolsonaro abordou Moro e o cumprimentou, que apenas correspondeu com um rápido gesto. O fato gerou controvérsias nas redes sociais.