Leandro Castán viveu situação delicada na Itália, pouco tempo depois de deixar o Alvinegro

O ex-zagueiro do Corinthians Leandro Castán, campeão da Libertadores pelo Alvinegro em 2012, viveu uma história de superação a partir de 2014. Vendido à Roma, ele foi diagnosticado com uma má formação vascular no cérebro e precisou passar por cirurgia.

Após a intervenção médica, ficou um ano longe dos gramados para tratamento. Fez muita fisioterapia e teve, inclusive, que reaprender a andar.

“Quando acordei e estava na UTI, o médico vinha com a caneta, ele colocava na perna, eu sentia que a caneta estava na minha perna, mas quando ele pedia para eu mexer, não conseguia. Fiquei uns 10 dias sem me movimentar muito bem. Mas tive a ajuda do meu pai, do meu irmão, que estava junto, e da minha esposa”, contou o zagueiro à SporTV.

Castán voltou a jogar em 2015 e foi emprestado ao Torino, onde está atualmente, para recuperar o futebol de alto nível – ele tem contrato válido por mais dois anos com a Roma.

 

Fonte: Notícias ao Minuto