tn_Samu-realiza-curso-de-instrNorma NR32 foi apresentada a 30 funcionários da Unidade

 

Cumprindo uma recomendação do Ministério do Trabalho junto à Secretaria de Saúde, o SAMU – Serviços de Atendimento Móvel de Urgência realizou nesta segunda-feira (10.04), no auditório da unidade, um curso de atualização sobre a norma reguladora NR32. A normativa tem por finalidade estabelecer as diretrizes básicas para a implementação de medidas de proteção à segurança e à saúde dos trabalhadores dos serviços de saúde.

 

A capacitação será realizada em módulos para que contemplem todos os 90 funcionários da unidade. O objetivo é alertar sobre os acidentes biológicos além de infecções diversas por exposição a pacientes e materiais infectado por não utilização de EPI – Equipamento de Proteção Individual.

 

O coordenador de enfermagem do SAMU, Renato Duarte Pereira e o Instrutor do Núcleo de Educação Permanente NEP, Rony Natal Camcilheri explicaram que a capacitação poderá ser estendida aos demais profissionais de saúde da rede.

 

“Todos os 90 funcionários, entre os profissionais da regulação médica, enfermeiros, técnicos, condutores da base Petrópolis serão capacitados. Haverá outra no dia 24 deste mês e nós pretendemos levar ao secretário de Saúde, uma proposta de capacitação de toda rede não só com relação a NR32, mas também sobre os assuntos relativos à saúde com enfoque nos atendimentos hospitalares e de emergência”, destaca Renato Pereira.

 

O Secretário de Saúde, Silmar Fortes, avaliou que a capacitação e a formação continuada são importantes para que a execução das atividades não acarrete danos à saúde dos trabalhadores e agradeceu a presença da auditora fiscal do trabalho, Ana Luiza Caldas Horcades no curso.

 

“Os trabalhadores da equipe de atendimento móvel podem ser expostos a vários riscos, como o contato com produtos tóxicos, manipulação de medicamentos, mas os riscos biológicos com contato direto e constante com o paciente são um dos mais preocupantes. Durante o atendimento em que eles estão lado a lado com vitimas com lesões graves e muitas vezes abertas eles podem correr o risco de se contaminarem. Por isso iremos investir em treinamentos de equipes e conscientizar sempre sobre o uso correto dos equipamentos de proteção individual”, afirma Silmar Fortes.

 

Ao fim da capacitação a auditora fiscal do trabalho, Ana Luiza Caldas Horcades elogiou a iniciativa do Samu em proporcionar o curso em toda a rede de Saúde. “Fiquei muito feliz em participar do curso e por ver que essa iniciativa partiu do poder público. É raro vermos essa ação em outros municípios”, parabenizar a auditora.

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis