tn_Centro-de-Saúde-promove-palPalestra inicia as comemorações para o Dia Mundial da Saúde

 

O Dia Mundial da Saúde, comemorado no dia 07 de abril, está sendo lembrado durante uma semana de evento no Centro de Saúde. A Secretaria de Saúde iniciou nesta segunda-feira (03.04) uma série de ações que reúne palestras, oficinas, aula de biodanza, peça de teatro e uma exposição em homenagem ao fundador do Centro de Saúde, professor Manoel José Ferreira.

 

A primeira palestra do evento foi sobre meditação, uma das práticas integrativas e complementares incluída pelo Ministério da Saúde como forma de prevenção e tratamento de doenças. A depressão, tema escolhido pela Organização Mundial da Saúde como assunto principal a ser debatido pelo Dia Mundial da Saúde, é uma das doenças que podem ser tratadas com a meditação.

 

O palestrante Miguel Berredo explicou que a prática proporciona um equilíbrio da saúde do corpo e da mente.

 

“A nossa proposta hoje foi mostrar que a depressão pode ser uma das ferramentas para impedir que a doença que começa de forma interna chegue ao corpo físico. A ansiedade, o medo, angústia são sensações que podem levar uma pessoa a quadros de depressão ou até mesmo doenças físicas. Tranquilizar a mente e buscar o equilíbrio são ferramentas que buscamos incentivar a população também no nosso projeto meditação para todos que acontece todos os sábados de manhã no Museu Imperial”, disse Miguel Berredo.

A programação do evento abordará ainda assuntos do cotidiano da população como a automedicação e a alimentação saudável. Haverá ainda uma palestra dedicada apenas para explicação sobre as práticas integrativas e complementares do SUS.

O secretário de Saúde, Silmar Fortes, explicou que o evento é aberto aos pacientes e ao público que queira saber mais sobre como as práticas alternativas podem beneficiar o tratamento e a prevenção de doenças.

“A tratativas preconizadas na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) do SUS reúne a homeopatia, as plantas medicinais e fitoterápicas, a medicina tradicional chinesa/acupuntura entre outros. Recentemente conseguimos a aprovação no ComSaúde para ampliar o fornecimento de plantas medicinais e fitoterápicos aos pacientes do sistema de saúde. Esse evento vem apresentar esse tema tão importante a população e proporcionar mais conhecimento e informação”, revela Silmar Fortes.

 

Durante a semana do evento, o grupo de teatro do Instituto de Teatro Brasileiro (ITB) realizará pequenas apresentações nas salas de espera com temas sobre saúde e prevenção. Também está aberta ao público uma exposição em homenagem ao fundador do Centro de Saúde, professor Manoel José Ferreira, que reúne um acervo com peças antigas, máquinas de escrever, mobiliários e objetos que ele utilizava em suas consultas.

 

A diretora do Centro de Saúde, Élida Marta Santos, destaca que estão sendo programadas diversas ações na unidade durante o ano.

 

“Vamos comemorar 40 anos de fundação do Centro de Saúde no ano que vem e queremos movimentar essa área de eventos com mais ações de conscientização e prevenção, pois a nossa unidade é uma referência para a nossa população. Escolhemos o tema das práticas integrativas por ser novo, mas que proporciona qualidade de vida ao paciente”, afirma Elida Marta.
A programação continua na terça-feira o tema será a automedicação e os cuidados com medicamentos com a farmacêutica Ana Paula Grazinoli Lobato às 10h e 14h. Na quarta-feira, a nutricionista Brigitte Olichon da FMP/Fase falará sobre alimentação saudável de 13h às 16h. Na quinta-feira ocorrerá uma oficina de ervas medicinas com o Colégio Santa Catarina de 13h às 16h. Na sexta-feira o homeopata Carlos Lyrio falará sobre meditação e práticas integrativas e complementares no SUS de 9h30 às 10h30 e aula de Biodanza com Lucília Rugani de 15h às 16h30. Todas as atividades ocorrerão no auditório do Centro de Saúde e têm entrada franca.

 

 

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura Municipal de Petrópolis