Defesa Civil

O primeiro Núcleo Comunitário de Defesa Civil (Nudec) de 2014 vai iniciar sua formação na terça-feira (7/01), com a capacitação de moradores do bairro Duarte da Silveira para a prevenção de desastres de chuvas será. Esta é mais uma medida da Prefeitura para reduzir os riscos de tragédias em Petrópolis. O curso será realizado das 8h às 12h, no salão da Igreja São João Batista, na Rua Luiz Winter, sem número. Os interessados devem se inscrever pelo telefone 2246-9163 ou pelo e-mail nudecpetropolis@gmail.com.
O curso dará noções de Defesa Civil aos moradores, para que eles saibam como contribuir para a prevenção de desastres naturais e o que fazer no caso de fortes chuvas. “Todo morador de área de risco tem que saber o que fazer para deixar a casa mais segura, de como se proteger no caso de chuvas. Muitas pessoas, quando chove forte, se protegem dentro de casa, o que é errado. As pessoas devem sair de casa e ir para locais seguros, como pontos de apoio ou casas de amigos ou parentes que não fiquem em áreas de risco”, orientou o diretor administrador da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, Gileno Alves.
Com esse curso, a Prefeitura prepara ainda mais a cidade para as chuvas de verão. O governo municipal capacitou em 2013 cerca de 400 agentes comunitários voluntários, que serão um elo entre a comunidade e a Defesa Civil. A formação é contínua. Já são 43 comunidades com Nudecs. Em novembro, moradores do Duarte da Silveira foram capacitados, mas a formação do dia 7 de janeiro possibilitará que a comunidade tenha mais voluntários, deixando a região mais segura.

Cadastro Único Social conta com mais de 21 mil famílias
A Prefeitura de Petrópolis fechou o ano de 2013 com 21.170 famílias incluídas no Cadastro Único Social. Coordenado pelo Ministério de Desenvolvimento Social e de Combate à Fome (MDS), o sistema é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda e em situação de vulnerabilidade, permitindo que estas sejam incluídas nos programas sociais dos governos federal, estadual e municipal.
“Em dezembro conseguimos colocar em dia o nosso cadastro junto ao MDS. É importante manter estas atualizações junto com o governo federal, isso permite que o município trabalhe com dados reais e verdadeiros dentro da questão social”, destacou o secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Jorge Maia, acrescentando que o município passou de 12 mil cadastros em janeiro de 2013, para mais de 21 mil em dezembro do mesmo ano.
O Cadastro Único permite conhecer a realidade socioeconômica dessas famílias, trazendo informações de todo o núcleo familiar, das características do domicílio, das formas de acesso a serviços públicos essenciais e, também, dados de cada um dos componentes da família. A partir deste cadastro, o poder público pode formular e implementar políticas específicas que contribuem para a redução das vulnerabilidades sociais a que essas famílias estão expostas.
De acordo com dados da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), das 21 mil famílias cadastradas: 11.300 recebem o Bolsa Família (benefício do governo federal); 4.980 contam com o Renda Melhor (concedido pelo Estado) e 7.346 famílias estão incluídas no castrado do Cartão Imperial (programa da Prefeitura). “É importante saber onde estão estas famílias, como estão e quantas são para desenvolvermos políticas públicas e trabalharmos no campo social ”, salientou Bolão.
O Cadastro Único pode ser feito nos Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) ou na sede da Setrac (localizada na Avenida Ipiranga, 544 – Centro). É preciso levar documento de identificação, registro de nascimento e/ou casamento, certidão de nascimento das crianças menores e comprovante de residência.

Ascom PMP