Flamengo enfrenta Nova Iguaçutn_Líder do Campeonato Carioca com 25 pontos, o Flamengo pode confirmar a classificação neste sábado (1), às 18h30m, no Maracanã, se vencer o Nova Iguaçu, que está em quinto, com 15 pontos, e se o Botafogo tropeçar diante do Macaé, em Moça Bonita.

Entre os mais animados para este jogo está Elano, que com belíssimo gol de falta na Copa Libertadores levantou a torcida nas arquibancadas do Maracanã. O autor da obra, Elano, por um instante trocou de papel com os espectadores no Maior do Mundo e assistiu à festa, admirado. No dia após a vitória sobre o Emelec, na última quarta-feira (26.02), que começou com um tento de sua autoria, o meia, humilde, disse não ser um craque, mas que trabalha para corresponder às expectativas dos torcedores e está muito feliz no clube.

“Não sou craque, não penso que sou craque e sei que jamais serei um. Mas o momento em que a bola entrou, a torcida comemorou, eu pude olhar para cima. Sou um abençoado. É uma sensação indescritível. Eu jogo pelo Flamengo, fiz um gol com o Zico na arquibancada. Foi incrível. Estou completamente satisfeito. Poder dar alegria à torcida do Flamengo, morar no Rio de Janeiro, é tudo o que eu pedi a Deus. Estou muito feliz. Trabalho todos os dias para que eu possa corresponder ao carinho dos torcedores”, disse o camisa 7.

Elano declarou ainda que vê o Flamengo como um caminho de volta para a Seleção Brasileira. Ciente da cobrança da torcida por raça e vitórias, o meia considera jogar no clube um grande desafio.

“É como recomeçar do zero. Quando você joga em um clube como o Flamengo, você sabe que tem que ganhar na quarta-feira e no domingo. Para mim, é um caminho para a Seleção. Tenho o sonho de voltar, e sei que o Flamengo pode me proporcionar isso. Em todos os lugares que eu vou, de dez pessoas, nove são Flamengo. A cada jogo eu procuro melhorar e estou conhecendo o que é Flamengo. É diferente de tudo o que eu vivi. Fico muito feliz, porque todos me abraçaram”, disse.

Flamengo: Felipe, Léo Moura, Walllace, Samir e André Santos; Cáceres, Muralha, Elano, Éverton e Gabriel; Hernane

Nova Iguaçu: Jéfferson, Peter, Rodrigo Almeida, Jorge Fellipe e Uallace; Filipe, Leônidas, Dieguinho e Zambi; Erick e Geovani
Agência Rio