162 PROFESSOREStn_A Secretaria de Educação concluiu nesta sexta-feira (28/2) a capacitação de 162 professores para o trabalho com o sistema operacional UbuntUCA, criado pela Prefeitura para ser utilizado no Programa Um Computador Por Aluno (Prouca). Com o curso, iniciado no dia 17/2, 24 escolas municipais utilizarão os netbooks em sala de aula neste semestre com os alunos do primeiro segmento do ensino fundamental – 1º ao 5º ano. As demais unidades da rede municipal de ensino receberão o curso gradativamente, já que a Prefeitura quer levar o programa para todos os alunos do primeiro segmento.
Na segunda-feira seguinte ao Carnaval, dia 10/3, os computadores já começarão a ser utilizados pelos professores, como material didático, com um projeto pedagógico definido pela Secretaria de Educação. Os netbooks contam com jogos educacionais que apresentarão conteúdos de português e matemática para ajudar os professores a motivar seus alunos e complementar as explicações teóricas com atividades lúdicas. São 80 netbooks por escola, com rede sem fio, acesso à internet e armário para armazenar os computadores e para carregar as baterias.
Nesta sexta-feira (28/2), foram os professores da Escola Santa Maria Goretti, no Bingen, que receberam o curso. Para a diretora da unidade, Claudia Guedon, a capacitação foi positiva. “As professoras aprenderam como funcionam os programas, os jogos, e não tiveram qualquer dificuldade. Tenho certeza que os computadores vão facilitar o aprendizado dos alunos. Esses equipamentos serão facilitadores do aprendizado, principalmente nas áreas de matemática e letramento”, disse a diretora.
A orientadora da Escola Santa Maria Goretti, Claudia Plum, acredita que os computadores serão importantes porque contribuirão para aumentar o interesse do aluno pelo estudo. “Com os netbooks, eles aprendem brincando. É lúdico, então atrai a criança”.
A subsecretária de Educação, Rosilene Ribeiro, elogiou o empenho e a dedicação das professoras e das equipes da Secretaria de Educação e da Secretaria de Ciência e Tecnologia, que estão realizando a implantação do Prouca. “Nos preocupamos em alimentar esses computadores com um conteúdo condizente com o projeto pedagógico para o primeiro segmento. É a tecnologia a favor da aprendizagem”, disse.

Ascom PMP