carnaval já alteraO carioca que vai passar o Carnaval fora já começou a deixar o Rio e na Ponte Rio-Niterói, sentido Niterói, o trânsito tem trechos de muita intensidade e outros com muita lentidão desde a descida do Vão Central até a Praça do Pedágio e apresenta retenção na saída para a Avenida do Contorno.

De acordo com a concessionária, 95 mil carros devem passar pela via nesta quinta-feira. Na sexta-feira a previsão é de 93 mil e no sábado é de 97 mil veículos.

Quem preferiu ficar na cidade vai sofrer os impactos das alterações viárias impostas pelo fechamento da Perimetral e do Mergulhão da Praça Quinze, que terá novas mudanças por causa dos dias de folia, a partir do primeiro minuto desta sexta-feira, quando começam as interdições para o desfile das escolas de samba da Série A na Passarela da Avenida Marquês de Sapucaí.

Segundo a prefeitura, será interditada a pista central da Avenida Presidente Vargas, sentido Praça da Bandeira, no trecho entre a Avenida Passos, próximo ao prédio da Embratel, e o acesso para a pista central, após a passarela da estação Cidade Nova do metrô, a fim de facilitar a chegada dos carros alegóricos à pista do desfile.

A antecipação das interdições ao redor do Sambódromo se deu pelo fato de os desfiles do Grupo A, desde o ano passado, serem realizados na sexta-feira. Às 11h, a pista central será fechada das proximidades do Metrô até a Rua Visconde da Gávea, para que os carros já fiquem estacionados onde aguardarão o desfile. Às 15h, a Rua Benedito Hipólito e as demais vias no entorno do Sambódromo serão fechadas.

Pela primeira vez, a estação Cinelândia do metrô estará desativada durante o Carnaval, mas o metrô funcionará sem interrupção, das 5h de amanhã às 23h de terça-feira (4/3). Os passageiros que forem acompanhar os desfiles nos setores pares deverão descer na estação Praça 11. Já os que procuram os setores ímpares, devem desembarcar na Central do Brasil. Os trens da SuperVia também terão esquema especial, com 90 mil lugares adicionais durante as madrugadas de folia.

Quem preferiu ficar na cidade vai sofrer os impactos das alterações viárias impostas pelo fechamento da Perimetral e do Mergulhão da Praça Quinze, que terá novas mudanças por causa dos dias de folia, a partir do primeiro minuto desta sexta-feira, quando começam as interdições para o desfile das escolas de samba da Série A na Passarela da Avenida Marquês de Sapucaí.

Segundo a prefeitura, será interditada a pista central da Avenida Presidente Vargas, sentido Praça da Bandeira, no trecho entre a Avenida Passos, próximo ao prédio da Embratel, e o acesso para a pista central, após a passarela da estação Cidade Nova do metrô, a fim de facilitar a chegada dos carros alegóricos à pista do desfile.

A antecipação das interdições ao redor do Sambódromo se deu pelo fato dos desfiles do Grupo A, desde o ano passado, serem realizados na sexta-feira. Às 11h, a pista central será fechada das proximidades do Metrô até a Rua Visconde da Gávea, para que os carros já fiquem estacionados onde aguardarão o desfile. Às 15h, a Rua Benedito Hipólito e as demais vias no entorno do Sambódromo serão fechadas.

Pela primeira vez, a estação Cinelândia do metrô estará desativada durante o Carnaval, mas o metrô funcionará sem interrupção, das 5h de amanhã às 23h de terça-feira (4/3). Os passageiros que forem acompanhar os desfiles nos setores pares deverão descer na estação Praça 11. Já os que procuram os setores ímpares, devem desembarcar na Central do Brasil. Os trens da SuperVia também terão esquema especial, com 90 mil lugares adicionais durante as madrugadas de folia.