Alunos dos distritos realizam atividades para conscientização do trânsito
Cerca de 600 crianças de 35 escolas dos distritos de Itaipava, Pedro do Rio e Posse tiveram uma manhã especial nesta quarta-feira (25/5): eles participaram de uma grande ação de conscientização dentro do movimento Maio Amarelo, liderado pela Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro e pela Prefeitura. Os alunos produziram desenhos, maquetes e fizeram apresentações musicais com a temática do trânsito no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) do Corta-Rio, na Posse. Também foi realizada uma palestra do Corpo de Bombeiros, com o objetivo de sensibilizar e indicar as atitudes corretas a serem tomadas no trânsito.

Os trabalhos foram desenvolvidos em cada escola, dentro da disciplina de Educação para o Trânsito, que está no currículo da grade escolar da rede municipal de ensino. “Este é um momento de troca de experiências. Precisamos levar a sério este assunto, pois os acidentes de trânsito, infelizmente, são uma realidade em todo o país. Os alunos são agentes transformadores da sociedade, e devem multiplicar a conscientização sobre o tema”, afirmou a secretária de Educação, Maria Elisa Badia.

A ação mostrou que a conscientização para um trânsito mais seguro começa desde cedo. “Achei esse evento muito legal. É importante, pois vai incentivar as pessoas a terem mais cuidado com o trânsito”, acredita Karen Rabello, aluna do 8º ano da Escola Municipalizada Avelino de Carvalho. “As pessoas precisam ter mais respeito e responsabilidade no trânsito”, lembrou Andrei Porciano, aluno do 7º ano da Escola Municipal Dr. Barros Franco.

Mãe de Gabriela e Kailany, que estudam, respectivamente, no Centro de Educação Infantil Angela Maria da Conceição Silva e na Escola Municipalizada Moysés Furtado Bravo, a técnica de enfermagem Elisângela Neves considerou importante este trabalho começar desde cedo, com as crianças. “É importante que elas já cresçam sabendo o que é correto. Isso tem que vir de casa e também da escola. Hoje, minha filha, de quatro anos, já começa tendo estas noções no CEI”, disse.

 

Ascom PMP