tn_Folia de ReisDepois de promover 75 espetáculos gratuitos de música, dança, teatro e contação de histórias por toda a cidade, o Natal Imperial fecha sua programação na próxima segunda-feira (06/01), com a tradicional Folia de Reis. O grupo Três Reis Magos, criado em Petrópolis há mais de 50 anos, vai se apresentar no domingo (05/01), no Palácio de Cristal, às 11h, e no Dia de Reis, quando um cortejo sairá da Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia), às 17 horas, em direção à Praça Dom Pedro.

O Natal Imperial, promovido pela Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, começou no dia 29 de novembro e levou apresentações artísticas a centros culturais, igrejas e praças de Petrópolis por todo o mês de dezembro. No dia 7 de dezembro, o Palácio de Cristal recebeu a visita do Papai Noel. Na ocasião, o vice-prefeito, Luiz Fernando Vaz, representando o prefeito Rubens Bomtempo, entregou as chaves da cidade ao “bom velhinho”. Logo depois, foi inaugurada a versão sustentável da Casa do Papai Noel. Para a construção desta, juntamente com a decoração do Palácio, foram utilizadas mais de 19 mil garrafas pet, recolhidas por alunos de todas as escolas municipais. O material foi empregado na fabricação dos móveis (cama, poltronas e lustre da Casa) e nas guirlandas e “fitas” iluminadas com led.
“A intenção do Natal Imperial foi levar a magia dos festejos natalinos para toda a cidade. O Palácio de Cristal apresentou pela primeira vez uma decoração feita com garrafas pet, mostrando a preocupação com a responsabilidade ambiental. Já estamos trabalhando para 2014. A ideia é preparar as festas para projetar ainda mais a cidade no ano que se inicia”, afirmou o presidente da Fundação, Juvenil Santos.
Um pouco de história – Surgida em Portugal há mais de quatro séculos para festejar a visita dos Reis Magos ao menino Jesus, a Folia de Reis encerra o ciclo de comemorações natalinas. Esta tradição envolve a formação de grupos que saem às ruas em cortejos cantando, dançando e representando a história do nascimento de Jesus. Cada grupo, liderado por um mestre e um contramestre, cria seu próprio figurino, de inspiração medieval. Banda de instrumentistas e foliões vão contando a história de Jesus através das músicas e comemorando o nascimento dele, dirigindo também versos às pessoas na rua e em suas casas, para pedir uma pequena ajuda (comida ou moedinhas) para alimentar o grupo em sua a folia ao longo do dia.
Tradição muito forte no norte e nordeste do país, a Folia de Reis chegou a contar com 10 grupos em Petrópolis, graças à migração nordestina. Atualmente, existem apenas três. E, a Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, vem dar visibilidade a essa manifestação popular com duas apresentações, a primeira no Palácio de Cristal e, a segunda, na Praça Dom Pedro.

Ascom PMP