Vinícius Romão de SouzaO ator Vinícius Romão de Souza disse, aos jornalistas no playground de seu prédio, no Méier, Zona Norte do Rio que a copeira se enganou ao acusá-lo de assalto mas que ele a perdoa. O ator acrescentou também que tirou forças do apoio de amigos.

O ator preso por engano Vinícius Romão de Souza, de 26 anos disse, aos jornalistas, durante o playground de seu prédio, que perdoa a copeira Dalva Moreira da Costa.

“Eu não guardo rancor. Ela foi vítima. Pelo que ela diz, foi assaltada, estava nervosa e infelizmente me confundiu. Eu vou ter oportunidade de falar com ela. Só quero dizer que perdoo ela e ela pegou o cara errado”, disse.

Durante uma entrevista hoje ao Bom dia Rio, Vinícius disse que tirou forças dos amigos.

“Eu tinha certeza que os meus amigos estavam fazendo de tudo. Eles sabem da minha índole e isso me dava força. Eu fiquei muito tempo sem ter notícias. É muito difícil porque você não sabe o que está acontecendo, você não sabe se foi esquecido. Só me falaram que o meu pai estava desesperado e eu não podendo fazer nada “, desabafou .

O ator que esteve 16 dias na prisão, partilhando o espaço com outros 15 detentos, afirmou que não sofreu maus tratos.

“Não sofri nenhum tipo de agressão nem por parte dos policiais nem por parte das pessoas do meu convívio. O problema que aconteceu foi no procedimento da abordagem até a ida à delegacia. Eu não liguei para o meu advogado quando cheguei [à delegacia] e não foi levado em consideração que eu tenho carteira assinada, ensino superior e residência fixa”, contou.

Contudo, o ator denunciou as condições desumanas na cadeia.

“Meu maior medo foi que fizessem alguma coisa comigo, mas não pelo pessoal do meu convívio. Preferi ficar junto com outras pessoas e não queria ficar sozinho numa cela [tinha direito por ter diploma de curso superior].”

A polícia investiga agora se houve irregularidades na prisão de Vinícius.