tn_Adriano de SouzaDiante de legião brasileira presente em Manly Beach, Mineirinho leva a melhor sobre herói local e se torna o primeiro brasileiro a vencer torneio

O brasileiro Adriano de Souza fez história neste fim de semana. Primeiro brasileiro a liderar o ranking mundial do WCT e a ganhar a mítica etapa de Bells Beach, Mineirinho foi novamente pioneiro ao conquistar o título do Australian Open of Surfing, etapa de nível seis estrelas do WQS, disputada em Manly Beach.

Em uma final disputada sob chuva e contra a estrela local Julian Wilson, Adriano buscou tirar proveito logo das ondas, que tiveram média de meio metro de altura. Com suas melhores notas em 8.33 e 8.87, o brasileiro jogou toda a pressão nas costas de Wilson, que não conseguiu reverter o placar e deixou o troféu e o prêmio de 25 mil dólares nas mãos do brasileiro – e, de quebra, a liderança do ranking do WQS.

Além da vitória, Adriano destacou a quantidade de brasileiros presentes em Manly Beach. “Foi uma semana inesquecível! Nunca irei esquecer a torcida que tive na praia! Mesmo com muita chuva, vários brasileiros foram lá torcer para mim e os outros brasileiros que restavam no campeonato”, comenta Adriano, referindo-se também a Tomas Hermes e Peterson Crisanto, que terminaram em terceiro e quinto na competição, respectivamente.

“Só tenho a agradecer mais uma vez a voces todos e a Deus por fazer mais uma historia no surf brasileiro, ao ser o primeiro brasileiro campeão do Australian Open. Sei que com o talento dos nossos surfistas, logo teremos outros campeões. Quero dedicar essa vitoria a Hawaiian Dreams por acreditar no meu sucesso e que confiou 100% no meu trabalho assim como a Red Bull e a Oakley, a Welcome Surf Trips, FCS, Estácio, Mitsubishi e CI Surfboards”, completa o brasileiro, que segue na Austrália para uma sequência de quatro eventos, entre eles a defesa do título em Bells Beach.

Confira o clipe oficial com imagens da grande final: http://youtu.be/M41_wvqiNIE

Resultado final do Australian Open of Surfing
1. Adriano de Souza (BRA)
2. Julian Wilson (AUS)
3. Tomas Hermes (BRA)
3. Patrick Gudauskas (EUA)
5. Peterson Crisanto (BRA)
5. Jeremy Flores (FRA)
5. Fred Patacchia (HAW)
5. Bede Durbidge (AUS)

Ranking do WQS após quatro etapas
1. Adriano de Souza (BRA), 4.484 pontos
2. Julian Wilson (AUS), 2.640
3. Patrick Gudauskas (EUA), 2.080
3. Tomas Hermes (BRA), 2.080
5. Kelly Slater (EUA), 2.000
6. Fredrick Patacchia (HAW), 1.946
7. Wiggolly Dantas (BRA), 1.880
8. Bede Durbidge (AUS), 1.748
9. Mitchel Coleborn (AUS), 1.658
10. Jeremy Flores (FRA), 1.560
10. Peterson Crisanto (BRA), 1.560

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação